ECONOMIA

          INVESTIR EM ÁRVORES PARA OBTER RETORNO FINANCEIRO

«Os portugueses podem agora aplicar o seu dinheiro investindo na floresta. Comprar um lote de árvores, vê-las crescer num passeio pelo bosque e obter o retorno financeiro é a aposta de um projecto que está a dar os primeiros passos no país.
Uma empresa espanhola, com uma filial em Portugal, vai começar a plantar as primeiras árvores em Fevereiro no Casal do Serrão, em Loures, e propõe uma nova forma de investimento que prevê uma rentabilidade entre os oito e os 13 por cento por ano, dependendo do tipo de lote de árvores adquirido.
As pessoas que investirem em árvores «terão um retorno económico no futuro».
Na prática, o investimento concretiza-se pela compra de um lote de árvores de madeira nobre, como  
pinheiros, castanheiros ou nogueiras. A empresa disponibiliza o terreno para as plantar e compromete-se a cuidar delas durante o ciclo de vida, regando-as, podando-as e zelando pelo seu bom estado sanitário.
O investidor não paga mais nada além da verba inicial. Quando a árvore terminar o ciclo de vida, ela é abatida e vendida, revertendo 90 por cento da venda da madeira para o investidor e os restantes 10 por cento para a empresa, que garante ser «um investimento florestal com
uma rentabilidade muito grande». Além do lucro que proporcionam, as árvores produzem oxigénio, retêm água dos solos, absorvem dióxido de carbono, combatem a desertificação e produzem madeiras de alta qualidade, ajudando a preservar as florestas virgens tropicais, destaca a empresa.: «O ciclo produtivo dos pinheiros é de 22 anos. Cada lote custa 1700 euros e num cenário muito conservador a rentabilidade anual anda à volta dos nove por cento». A empresa pretende ainda em breve iniciar uma plantação de nogueiras na Cova da Beira, zona propícia para este tipo de árvores. Em números absolutos, quem investir 1700 euros num lote de pinheiros recebe 3336 euros ao fim de 22 anos, se optar pelas nogueiras arrecada 40 200 euros 20 anos depois de ter investido 3 700.
A Madeiras Cobre, Sa não garante o retorno do investimento, alegando que não é uma empresa financeira, mas Miguel Barrosento assegura que a madeira «é uma matéria-prima muito valiosa» e com «uma grande rentabilidade».
«É verdade que não garantimos um retorno. Mas há um conjunto de compensações indemnizatórias caso as coisas corram mal e os clientes podem fazer um seguro contra fenómenos da natureza para terem sempre uma compensação», disse. Podem ainda recorrer aos bancos especializados para o crédito ao pinheiral e ao nogueiral.»

O JRW, após a transformação operada nas instituições bancárias, foi junto do BPN-Banco Português das Nogueiras e do BPP-Banco Português dos Pinheiros, averiguar da adesão dos investidores.
No BPN, o administrador Dr. Bombeiro, informou o JRW, de que os clientes têm mostrado um interesse inaudito sobre os novos produtos e curiosamente estão mais disponíveis para investimentos em terrenos
localizados em OFF-SHORES. O Banco como mantém óptimos contactos nessa área, prevê a plantação de grandes lotes de nogueiras em Gibraltar, Caiman e Xangai. A taxa de rentabilidade é bastante elevada. Para credibilizar a operação junto dos investidores, assegurou um acordo com o governo, de que garantirá os fundos investidos pelos particulares, numa rubrica orçamental, que prevê a injecção de capital no Banco, caso as nogueiras desapareçam. O Dr. Bombeiro disse ainda, que a CGD reforçará o envolvimento financeiro no BPN, para que seja possível adquirir os melhores terrenos para o cultivo da nogueira. O Dr. Oliveira Encosta, caso não seja considerado culpado, como se prevê, na trama em que foi envolvido o BPN, será nomeado para assegurar o pelouro. O Dr. Encosta, já nos informou destes contactos, mas também nos disse, que impôs como condição o alargamento à plantação de oliveiras e limoeiros. BPNOL é a designação proposta pelo Dr. Oliveira Encosta.

No BPP, falamos com o Dr. João Santeiro, que apesar de estar envolvido no processo judicial, de que se prevê também que seja ilibado, é a figura escolhida pelos accionistas e clientes, para relançar a instituição.
P- Dr. Santeiro, esta alteração da actividade do BPP para Banco Português dos Pinheiros, não lhe parece algo arriscada ?
R- Nada arriscada, aliás era um projecto meu, quando cheguei à conclusão que a Bolsa e os investimentos em activos financeiros eram demasiado arriscados. Os pinheiros, são árvores maravilhosas, que têm muita utilidade: madeira, resina, decoração, etc. Os investidores vão ter a oportunidade de adquirirem produtos de retorno absoluto.
P -Mas então o esquema de investimento é o mesmo de antigamente ?
R- Claro que é , só que agora os clientes vão ter fotografias de 5 em 5 anos dos pinheiros que adquiriram, podendo inclusive visitar os pinheirais, colocando chapas identificativas nos seus pinheiros. Está prevista a possibilidade de colheita de 2 unidades anuais pelo Natal. Daqui a 20 anos, poderão vender os pinheiros ou levá-los para casa. É um investimento de retorno absoluto e sem risco.
P- Vai utilizar os famosos veículos ?
R- É a melhor modalidade de investimento, apesar de termos tido aqueles azares, que todos sabemos. A história só se repete de 50 em 50 anos e o tempo necessário para os pinheiros estarem maduros é de 20 anos.
P- Também vai utilizar off-shores ?
R- Os preços dos terrenos em off-shores, são mais acomodatícios. Em Lisboa e Porto estão a pedir-nos loucuras para plantações nos centros urbanos. Estamos em negociação no Rossio e na zona do Avis, no Porto , para aquisição de cerca de 100 hectares, para investidores que pretendam pinheiros de melhor rendimento, destinados a mobiliário topo de gama. Os clientes do banco, ainda portadores de fundos de capital garantido ou de retorno absoluto, caso ainda não os tenham destruido, ou queimado, terão preferência na respectiva subscrição. Os balcões têm sido assediados, por muitos clientes, por vezes com grande ansiedade, o que lamentavelmente nos obriga ao recurso às forças da ordem, para subscrição dos novos produtos. Apelamos aos nossos clientes, para manterem a sua já famosa e proverbial paciência, pois haverá produtos para todos, não esqueceremos nunca o apoio desde sempre recebido dos nosso clientes. O BPP esteve, está e estará sempre ao serviço dos clientes.
P- Quando prevê a normalidade para a subscrição dos veículos ?
R- Procederemos ao plantio do 1ª pinheiro, simbólico como é evidente, em finais de Março, no Campo Mártires da Pátria, no Porto, como homenagem aos clientes mais antigos do BPP. Simultaneamente emitiremos os 100.000 veículos de retorno absoluto referente ao mesmo pinheiro, entregando-os aos felizes subscritores. Pretendemos total transparência no processo, envolvendo os clientes e informando-os permanentemente da evolução dos seus investimentos e do estado dos pinheiros, podas, crescimento, etc.

A economia tem destas fantásticas evoluções, faz das fraquezas forças e revigora-se, recuperando
modelos e figuras, que se julgavam moribundas, refundando-se e emergindo em novas formas, contribuindo para o enriquecimento de cidadãos, em maior ou menor quantidade. Indubitavelmente alguns beneficiarão, ainda que possam ser poucos, mas de qualquer modo o JRW congratula-se pelo sucesso da Nova Economia!!!!!!!!!!!

ACTUALIDADE

            GREVE NOS CARROCÉIS

A dramática  continuação da greve dos carrocéis, ocupou os noticiários da manhã, relegando para segundo plano o início das comemorações da implantação da República.
Nas imagens transmitidas pelos canais nacionais, era visível o estado de ansiedade das altas figuras do Estado, perante as notícias que chegavam da capital, de que os carrocéis mantinham a greve, não cedendo a novas propostas do governo.
Cavaco Silva, José Sócrates e outros dignatários, trocavam informações sobre a evolução das conversações, deixando transparecer nos rostos grande preocupação.
O JRW obteve a informção de que o governo prepara para a tarde de Domingo, a requisição civil de  grande parte dos carrocéis, para que sejam mantidos os serviços mínimos. Também está prevista a contratação de carrocéis estrangeiros, de forma a minimizar o impacto junto das populações.
O PM prepara uma comunicação ao país no final do dia, para explicar aos portugueses o que considera uma chantagem inqualificável dos carrocistas e que está a provocar uma corrida maciça dos portugueses a outras actividades como; os matraquilhos, poço da morte e barracas de farturas.
A imposição da retirada de: girafas, leões, zebras e os outros animais, substituindo-os por cadeiras e sofás, como defesa dos direitos dos animais, segundo a lógica governamental e de acordo com a legislação comunitária,  está a ser ferozmente contestada pelos carrocistas, que ameaça inclusive libertar os animais dos carrocéis provocando o caos.
As manifestações dos carrocistas contam com um reforço imprevisto, já que os clientes do BPP, consideram que o governo não tem usado a mesma legislação para o carrocel do BPP, que continua a manter animais ferozes na sua composição. Desta forma as manifestações juntam os carrocéis, clientes do BPP, professores que aproveitam qualquer concentração para protestar, enfermeiros, funcionários públicos em treino para as próximas greves e manifestações, pessoal das delegações regionais do ex-Ifadap, designado actualmente por Haitiap, que subsiste em acampamentos urbanos, banqueiros contra a nova tributação, advogados contra o segredo de justiça, milhares de homossexuais contra a lei da adopção e muitos outros.
A situação tem contornos bastante graves, podendo paralisar o país, que mais parece um GRANDE CARROCEL. O JRW está atento ao evoluir dos acontecimentos, informando os nossos leitores de qualquer desenvolvimento das negociações.

ACTUALIDADE

                    VELMIRO DE ACEBEDO

«-Cavaco "é um ditador"
-Sobre a candidatura de Alegre à presidência, considera que «ele devia ter juízo».
-A democracia em Portugal se transformou num sistema em que as pessoas votam pelas festas, frigoríficos e passeios
-Uma democracia com um Governo onde o primeiro-ministro, Zé Só, telefona ou manda telefonar com muita frequência e que descredibilizou os ministros
-Confessa ainda, nesta entrevista à Visão, que tem dificuldade em saber os nomes de metade dos actuais ministros.»

O JRW, procurou o conhecido empresário, para comentar a sua própria entrevista na revista VISÃO, que tanta polémica está a provocar no país político e não só.

P- Sr. Engº a entrevista que concedeu à revista VISÃO, tem dado muita celeuma, o que pensa, após avaliar o resultado das suas palavras ?
R-Eu não penso nada, aliás também pensei pouco quando dei a entrevista.

P-Cavaco é um ditador ?
R-É evidente que é. A família não pode comprar nada nos supermercados da Sonae, sabemos que só gasta do PINGO DOCE, apesar da mulher e das noras dizerem que o Continente e o Modelo, são melhores e mais baratos, que querem que vos diga. ?...é um DITADOR e dos grandes.

P-Ao Manuel Alegria, aconselha-o também a ter juizo.....
R-Vamos lá a ver, o tipo é um poeta do século passado, vai-se agora meter na prosa? sim, vai agora mandar fazer as leis em sonetos ? com rimas ? o Diário da República vai passar a ser o LIVRO DO PORTUGUÊS ERRANTE ?....ou a BALADA DE LISBOA ?...
A presidência vai virar uma PRAÇA DA CANÇÃO, ou uma CARGA DE CAVALARIA ?.., o Alegria é o ROUXINOL DO MUNDO, não se meta a ser o SENHOR DAS TEMPESTADES, nem um CÃO COMO NÓS...para isso já temos muitos. 30 ANOS DE POESIA, são muitos anos, com reputação poética, para que venha agora para a RUA DE BAIXO...

P-O Engº é um profundo conhecedor das obras do Alegria, mas mudando o tema, referiu que a democracia é um sistema de em que as pessoas votam por festas, frigoríficos e passeios. Não acha que é um pouco frívola, essa avaliação ?

R- Mas qual fria, qual carapuça, a minha opinião é a quente e bem quente. No ano passado foram 3 eleições, na Sonae venderam-se frigorícos como nunca, as nossas empresas de eventos não tiveram mãos a medir...é evidente que quantas mais eleições, melhor para o grupo. A estabilidade política é a pior coisa que pode haver. Com permanente alternância, há muitas eleições, há muita festa, frigoríficos e romarias para o povo...passeios e comezainas. O povo adora a democracia, pelas coisas boas que ela tem. É evidente que depois tem que levar com os deputados, com os governos, com os presidentes, com os autarcas.....mas o povo está mais politizado.....e pimba...deita-os todos abaixo, com manifs., greves, reinvindicações e sei lá que mais....e pimba lá vem mais festas, passeios e frigoríficos....

P-O PM telefona muito ou manda telefonar ? e descredibiliza os ministros ?
R-Eu sei disso, mas interpretaram mal as minhas palavras, o PM é cliente OPTIMUS e um dos melhores, o que eu quis dizer, foi que ele aproveita muitos as nossas campanhas de preços reduzidos, usa muito o TAG, por causa das escutas, daí pretendi mostrar que se ele o faz, todos o deveriam fazer.....falar muito com os amigos, mandar os amigos falar....Os ministros, tanto quanto sei, usam redes da concorrência....saiem descredibilizados na comparação, quer nos tarifários, quer nos modelos de telefone.

P-Desconhece o nome dos ministros?
R-À velocidade que entram e saiem, ainda estava a decorar uns e já aparecem outros....desisti....chamo srs. Ministro a todos, nem que seja o chefe da repartição, assim nunca firo susceptibilidades....

P-Nos bastidores, fala-se que se referiu a outras personalidades, mas a revista não publicou, por receio de represálias.......
R-É verdade....

P-O JRW, é um orgão independente, livre de mordaças e contra os poderes ocultos, o engº pode desvendar alguns ?
R-É evidente, eu também sou contra as mordaças e poderes ocultos. Disse que o Camões não passou de um mirolha emigrado, o Afonso Henriques sempre o vi como um filho desnaturado, com a mania das grandezas, o Infante D. Henrique, um chefe de tuna, sempre com  aquela capa e batina e o chapéu contra os mosquitos, que se meteu às descobertas e arranjou este 31, de termos que devolver tudo e ficarmos com a tropa toda que veio de lá. O Salazar não passou de um fiel de armazém, o Granadeiro é o telefonista da PT, os sindicalistas são uma cambada de malandros, que só querem faltar ao trabalho, o corticeiro, tem a mania que manda em tudo e é o mais rico, mas só se for nas rolhas....e teve de despedir para não passar mal, o Obama é um rico anjinho e o meu filho também anda armado em empresário, mas a pasta é do pai e que não se esqueça nunca....
Ainda falei de outros, mas não me lembro, mas também vos digo, falar bem, mesmo bem,,,,só do Afonso Pinto de Magalháes.....tudo o resto, é de riscar.....

Foram as palavras desassombradas, de Velmiro de Acevedo, que assombraram o país no dia da aprovação do orçamento para 2010.

CINEMA

   BBC ESTREIA FILME REALIZADO POR CHIMPANZÉ

«A inteligência e a esperteza dos primatas voltam a ser demonstradas. Onze chimpanzés do jardim zoológico de Edimburgo venceram uma prova de fogo ao conseguirem realizar um filme manuseando uma câmara de vídeo especialmente concebida para eles. O filme estreia hoje na BBC.» Jornal Expresso de 27/01/2010.

O JRW, entrevistou Francis Ford Chimpanza, um primata cineasta, que apresentou a sua 1ª longa metragem em Londres, no Jardim zoológico de Edimburgo, numa estreia mundial que foi considerada auspiciosa pelos críticos da especialidade e que desde já a referenciam como forte candidata aos Óscares da Academia.
P-Mr. Chimpanza, “ Primitas de Edim”, o seu 1º filme, é já um sucesso entusiástico, praticamente no dia da estreia, fale-nos sobre o filme.
R- O filme é um thriller filmado no jardim zoológico, em que as primas de Edim, umas macacas de má índole, estabelecem um plano para liquidar uma macaca (Chota) enamorada pelo primo. Edim, apaixonado, defende a macaca até à exaustão,evitando muitas ciladas e traições.
P-A realização decorreu durante 18 meses, quais as razões?
R-A inexperiência dos actores, pois não recorremos a macacos contratados e a intensidade dramática das cenas, obrigou a que se repetissem muitas filmagens. Os macacos e as macacas, nem sempre entendiam os meus takes. À força de muita perseverança, amendoins e bananas, conseguiu-se um resultado, que penso satisfatório.
P-A realização foi colectiva ?
R- Tive 10 subdirectores, chimpanzés como eu, que participaram nas filmagens, o que possibilitou posteriormente escolher os melhores planos de imagem. Não houve dobragens, pelo que as cenas nas copas das árvores, são reais, com grande suspense, sempre que cenas de alguma violência se passavam a 50 mts. do solo.
P-O filme é uma ficção, mas que retrata a vida de intriga e traição num Zoo. É essa mensagem que pretendeu transmitir ? 
                                                                                    (Francis Chimpanza em trabalho de estúdio)

R- Não. O que se pretendeu foi mostrar que os macacos, particularmente a classe dos chimpanzés, são tão competentes como qualquer outro símio, entre os quais, os humanos. A única estrela que tínhamos tido até agora, foi a saudosa Cheta dos filmes do Tarzan, mas que tinha um papel pouco relevante. Nos próximos filmes, pretendo incluir já alguns actores humanos, para papéis menores, é certo, mas com o tempo, após assimilarem as nossas técnicas, eventualmente um filme só com humanos, dirigido por mim. Desde que a produtora apoie, tenho já projectos para 2 filmes.
P-O filme vai entrar no circuito comercial quando ?
R- Inicialmente passará nos cineclubes dos jardins zoológicos de todo o mundo, depois disso, entrará nas vossas salas de cinema, para o resto da macacada.
P-Mr. Chimpanza, muito obrigado e que “As Primitas de Edim”, seja o sucesso anunciado

EDITORIAL

         O SILÊNCIO DOS INOCENTES

Nestes dias de negociações orçamentais, a comunicação social inunda a opinião pública, com comentários sobre o descalabro das contas públicas, recorrendo aos mais variados sábios: economistas, políticos, banqueiros, deputados, ex-ministros, etc....etc....
O que é incrível, é que as receitas são sempre as mesmas há décadas: diminuição da despesa pública, aumento ou não de impostos, apoio às exportações, privatizações, etc....etc...
Normalmente os sábios, são tudo pessoas de elevados rendimentos, com elevados padrões de vida, casas de férias, alguns não poucos, com motorista particular, segurança pessoal e outras mordomias, pagas pelas organizações, sejam públicas ou privadas.
Veja-se o caso do Governador do Banco de Portugal, a apelar à contenção salarial, quando o seu rendimento é completamente desproporcionado da realidade de um país periférico como o nosso.
Toda esta panóplia de hipocrisia, esbarra no silêncio dos inocentes, o aperto do cinto dos sábios é de 20 furos, enquanto que os inocentes têm apenas 2 a seguir à fivela....às vezes 1 só....
Congelamentos para quem ganha 450 ou 500 euros, não é o mesmo para os que ganham 5.000 e 10.000 euros, ou muito mais, para os primeiros é uma congelação siberiana, para os sábios, apenas um arrefecimento...
Confrange ver o à vontade, que indivíduos beneficiários do sistema, (o chavão da capacidade de trabalho e a inteligência....e blá...blá..., não colhe, pois também nos inocentes, há muitos que também as têm, mas as oportunidades não foram as mesmas, por razões de vária ordem; familiares, cunhas, favorecimentos, etc...), dão entrevistas com um ar emproado, quiçá com a solução para todos os problemas orçamentais, mas inapelavelmente a receita recai sempre sobre os pobres dos inocentes. Muitos destes sábios já passaram pela governação, ajudando como puderam e souberam, a cavar, cada um por si, mais um pouco a nossa cova, mas o importante é aparecer, é dizer uns palpites, é apresentar números e estatísticas em que se verifica o descalabro, que todos ajudaram a agravar.
Vive-se acima das posses (eles não...), o país é pobre (eles não...), temos de viver com mais modéstia (eles não...), o consumismo tem de ser refreado ( o deles não...), etc...etc...
Bem prega o Frei Tomaz “ olha para o que ele diz e não para o que faz”.

O nojo disto tudo, é que quem prega não tem autoridade moral, para exigir sacrifícios, os inocentes vêm-nos na televisão, nos jornais e não lhes creditam qualquer idoneidade, nem honorabilidade, para além da que é dada a um entertainer humorístico, pois sabem que tudo o que é de mau....é para os outros, eles são os intocáveis, porque se julgam os eleitos.
Líderes que não assumem sobre si, as regras que impõem aos outros, podem ser bons técnicos, mas não são líderes, são um AVATAR de líder. No Estado, nas empresas públicas, na banca, em muitas empresas privadas, o nosso país está repleto de AVATARES, indíviduos sempre prontos a receitar contenção, mas com uma vida de diversão. O silêncio dos inocentes não é eterno, um dia destes eles vão gritar.....

Zé Nina

POLITICA

  
        Orçamento do Estado 2010



Jardim acusa Governo de fazer chantagem
O JRW, perante a notícia que circula na imprensa, de imediato contactou o Dr. Jô Jardim, para esclarecimento da situação.

P- Dr. Jô, na sua opinião a polémica à volta da Lei de Finanças Regionais é só um "pretexto para evocar eleições antecipadas” ?

R-Homessa, pois claro que é. A gente já sabe que os gajos aí do contenente, só falam da Madeira, quando se trata de mandar dinheiro.....mas quando vêm para aqui pró bem bom, ninguém diz nada...
P-Mas a dívida da região é de cerca 4.5 mil milhões, mais que o PIB Regional...
R- E depois? qual é o problema ? alguma vez dissemos que vocês não iam pagar ? Sim....alguma vez o país deixou de pagar os nossos compromissos ????? Não inventem problemas onde não existem....Isto aqui não é o contenente, somos uma ilha, o dinheiro que vem para cá....está cá, de contrário ia pro mar....aí é que é a autêntica Mata Mourisca, o vil metal não é deitado ao mar....vai pró outro lado....onde não há mar....Essa tropa fandanga, devia era agradecer, isto é o cofre da nação, cá se gasta, cá se paga....cá se guarda...
P-Mas o Dr. Jô pede ainda mais no novo orçamento....
R-Olha lá, ó assalariado de pasquim, armado em Washington Post, ainda não percebeste que isso é patriotismo.....?

P-Patriotismo? !!!!!!!
R- Sim meu.....nem sei te que chame.....não vês que se o dinheiro vier para a ilha, não vai para os TGVS, Aeroportos, para o BPN e essa merda toda, que esses gajos inventam para limpar o erário...? É uma poupança, que ainda pode vir a fazer jeito à nação....Não vês que esses gajos andam sempre a mudar e não querem saber quem governa a casa a seguir....? Na tua casa o teu pai quanto tempo esteve a governar ?
P-Desde que nasci.....há mais de 40 anos....
R-Até que enfim, que começas a entender, eu já sou o pai desta gente quase à tanto tempo como o teu.....
P-Visto por esse prisma....
R-Qual prisma, qual carapuça, não metas a álgebra nesta conversa, isto é precaver a roubalheira que vai nesse imenso Portugal....comigo não há cá dessas poucas vergonhas, mas se vocês tendes!!! a gente quer.....quereis um TGV eu também quero um, para ir do Funchal à Calheta, aeroporto quero também um na Ribeira Brava, também quero 2 autoestradas 1 pra Ponta do Sol e outra pelo mar até aos Açores....as pontes é que ainda ando a ver, para ligar o Funchal a Lisboa, é capaz de ser um bocadito dispendiosa e eu não quero gastos supérfluos.... talvez através de uma daquelas coisas de que se fala muito, uma parceria público-privada, em que normalmente ainda se gasta mais.....pois o público já é caro....e os privados não vão lá para perder...
P-Mas ameaça sempre com a independência....
R-Isso é a intoxicação da imprensa reaccionária, com esse mouro do Miguel Sousa Lagares à frente.....isso queriam eles....mas eu sou um patriota, eu não abandono a nação, quando ela mais de mim precisa....eles sabem que a Pérola do Atlântico, faz parte integrante.....do orçamento....é Portugal, aqui fala-se a língua de Camões (às vezes, nem sempre muito bem....mas a culpa é dos professores que vêm daí... ). Por aqui passaram grandes marinheiros e já na época, contribuíam para o orçamento, claro que tinha de ser, traziam para aqui a famelga toda....e olha que eu ainda não estava cá....
P- Dr. Jõ o senhor não admite negociar o agravamento, por si proposto, previsto na alteração da Lei das Finanças Regionais , a que o governo se opõe e que tem sido o busílis da questão?
R- Rapazito, ouve uma coisa, aqui vive-se a democracia em todos os aspectos e a democracia é a arte da negociação, é evidente que estamos dispostos a negociar até com esses desgovernos que têm desgovernado a nação, mas só numa condição....
P- Qual Dr. Jô ?
R- Que o agravamento seja superior ao que nós propusemos....
JRW-!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ECONOMIA

              
              O ORÇAMENTO....



JRW-Está ?.....Dr. Teixeira dos Tantos... ?
TT-Sim......alô? ...Quem fala ?
JRW- É o RIMANTES.
TT- Ah.....és tu Zé…..apanhaste-me aqui na Churrasqueira de S. Mamede.....qual é o assunto ?



JRW- Desculpe Sr. Ministro, é sobre o orçamento....
TT- Ó pá nem me fales disso, já mete nojo....fala com este, fala com aquele, tira aqui, põe acolá...o Zé Só, deixou só, ...mas foi a mim....a partir de uma certa altura, eu disse prá minha mulher...chega...não trato de mais nada...sabes quem fez o Orçamento? sabes ?...
JRW-Não faço a mínima ideia, mas não foi o Sr. ?
TT-Não fui não senhor....foi a minha mulher com a ajuda da Isaura, a empregada. Ela estava a ficar tão preocupada com a minha saúde, que pegou na obra e olha... os gajos gostaram......
JRW-Mas então o orçamento de 2010, é um orçamento doméstico...?
TT-Chama-lhe o que quiseres, mas foi assim....tirou pontes, meteu viadutos, tirou TGVS, meteu 1 comboio pequeno, o aeroporto; pôs mais pequeno o que já existe, tirou hospitais, meteu postos de 1os. socorros, as estradas, disse que já havia muitas, riscou tudo. Elas fizeram tamanha salgadalhada, que aindo ando a estudar aquela merda toda, para responder aos gajos na Assembleia. Ela e a Isaura vão estar no debate, como acessoras, se for preciso algum esclarecimento....mandam-me daqueles papéizinhos....como mandam para o Zé Só....

JRW-Mas parece que as coisas chegaram a bom Porto....
TT-Não....eu mandei tudo para Lisboa....
JRW-Quero dizer, chegaram a acordo....
TT-Eu mandei a minha mulher falar com as mulheres deles, no caso do TORTAS, disse-lhe para não falar com ninguém, é melhor.....e que se entendesse com a NELINHA....e pelos vistos lá se entenderam, as mulheres no governo da casa, lêem pela mesma cartilha....eu nem me meti....a Isaura telefonou-me a dizer “ xenhor doutor....já temos a aprovaxão do tal....como xe diz...? o xemento ..será?...” ORÇAMENTO....mulher....ORÇAMENTO....-ó que nós chegamos, Zé, a minha sopeira a dar-me a notícia da aprovação do orçamento....
JRW- Mas aprovou.....é o que interessa....
TT- Agora é que te enganaste Zé, eu disse ao Só, “sou muito seu amigo, mas para mim chega, vou-me embora, aprovem ou não aprovem, já sabe que tem de arranjar outro...” -que meta o Vitinho, que o castigue de ter andado a dormir este tempo todo, ele vem pra aqui e eu vou pra lá.
JRW-Fala-se de congelamentos....
TT-Congelamentos???? ó pá, por aquilo que a minha mulher e a Isaura me disseram, vai parecer a Sibéria....- 40 º graus....eu nem quis ver em pormenor....mas pelo que ouvi à sucapa, enquanto elas estavam na sala a cozinhá-lo, até o Só vai ter de recorrer ao rendimento mínimo....
JRW-Obg. sr. Ministro era sobre isto, desculpe a interrupção do almoço.
TT-Ok Zé, és sempre o primeiro a saber das coisas....és bom homem e da minha terra. Abraço, vou acabar as minhas costelinhas.....porque o debate vai ser de partir as costelas todas...

DESPORTO

         
         A CONVERSA DA TRETA

O JRW após visionar os famosos vídeos do TRIPULHA, cidadão UGANDÊS ou eventualmente alojado no UGANDA, procurou junto de PINTO DA ENCOSTA, um comentário. O Presidente, via telefone sob escuta, esclareceu os pontos mais polémicos.                     na foto: tripulha


P- Presidente, os vídeos UGANDESES são genuínos ?
R- Os vídeos ? Que vídeos ? Se estais a perguntar sobre aquela tripulhice que anda por aí no TUBO, não são vídeos, são gravações com uma fotos, outras com umas silhuetas, com umas conversas de fundo, com legendas, que mais parece os filmes do Museu do Cinema,  com o Lopes Ribeiro e o Melo, no tempo do cinema mudo...
P- Mas são verdadeiras as escutas ?
R- As conversas no que mim dizem respeito, até podem ser verdadeiras…..já foi há tanto tempo, que sei lá....mas mesmo que sejam....
P- Mas então são algo comprometedoras….
R- Comprometedoras ? comprometedoras de quê ?
P- De tráficos de influências…..
R- Completamente errado, no que a mim diz respeito, as conversas são com o Pinto Lousa, de que sou amigo à muitos anos sobre aconselhamento técnico da qualidade de alguns apitadores. É natural que mo pedisse e eu como amigo lho dissesse, ainda há meses o PM teve conversas de amigo com o Varada e não houve problema, comigo é isto...,mas não me ouvem pedir nada, muito menos indicar, apenas opinar sobre se as decisões dele estavam adequadas com o nível dos apitadores. Mas ele é que decidiu, até numa filosofia de poupança de recursos, não nomeando apitadores de longe, para não gastar dinheiro nas deslocações. É que o jogo em questão era para Liga dos Campeões.... com o Felgueiras, tasse mesmo a ver...
P-E com o Valentão ?
R- Igual, como ele não viu um jogo na televisão, liguei a falar-lhe das peripécias e das ocorrências, dando-lhe a minha opinião, pois já fui presidente da liga, sobre o cumprimento dos regulamentos.
P- E as conversas com o Marujo ?
R- Essas são conversas da treta, se virem bem o individuo nem sabia onde eu morava, para lhe indicar o caminho para minha casa, ia lá com o JP, o nosso João Pinto, como ele pôde comprovar e tive de pegar num TOMTOM e mesmo assim, o tipo foi parar a AVIM, que nem sei onde fica…De qualquer modo as minhas reuniões estavam sempre ligadas a investimentos imobiliários, pois era essa a actividade do Marujo.
P- Mas o Marujo tem várias chamadas para árbitros…
R- Eu vi, mas que tenho a ver com isso ???? o indivíduo era dirigente de um clube, é natural que conhecesse os apitadores e falasse com eles…..mas em alguma dessas tripulhices se ouve a falar do FCP ? Ou da minha pessoa? Sim….alguma vez se ouve ?
P- Realmente não há qualquer referência literal, mas pode-se por vezes deduzir…..
R- Deduzir ????? mas qual deduzir,,,,,aqui não há deduções….ou é ou não é….
P- Tem razão, há muita dedução e pouca conclusão. Mas aquele pedido para a fruta ?
R- Sim qual o problema ?
P- A fruta parece um pedido de autorização para contratação de acompanhantes ?
R- Parece ? Parece ? mas que é isso de parece ? Eu nunca ouvi voz de uma mulher..uma só que fosse….
P-????????
R-Tenho uma quinta em Cerveira, costumo autorizar que colham a fruta, até para que não apodreça….é crime ? dar fruta a quem ma pede ? seja o Marujo, ou outro qualquer ? Seja para comer de noite ou de dia ...?
P- Mas ele pede bilhetes para 3 deusas…..
R- Pede, mas paga…..comigo para entrar no Dragão até os Deuses pagam…descontou depois nas contas que fez com o Nando, pois como pagava despesas de jantares connosco, nós nunca quisemos favores de ninguém. As tripulhices são tão antigas que os bilhetes até eram em contos, eram a 25 contos, vejam bem 25 contos….foi quanto custou cada bilhete para as manas Deusas.

P-Mas Presidente, aquela conversa com o Tabares Meles foi explícita.
R- Pois foi, mas ele é que me pediu uma notícia, estavamos no mês do dia dos enganos. Eu disse-lhe que estava com uma ideia sobre o Deco, que podia vir a ser notícia, podia vir a ser...pois eu ainda não tinha decidido, ele insistiu que só a ideia já era  notícia..., se viesse a ser verdadeira ou falsa, não era importante, aliás é como os jornais hoje funcionam, primeiro dá-se a notícia, no dia seguinte confirma-se ou desmente-se….lá foi e tive o cuidado de lhe dizer para não dar grande destaque….
P-Mas a chamada do Tero para si no dia da saída da notícia, fala de chantagem genial….
R- Esse morcão do Tero tem a mania de dizer que tudo é uma chantagem genial…se digo que vamos ser campeões…se digo que renovo contrato com fulano e cicrano….se digo que me vou recandidatar…..para ele são tudo chantagens geniais….é a forma de expressão dele…
P-Então a montanha pariu um rato…..tanto alarido, para pouca fruta….
R- Nada disso… o rato orelhudo pariu um piolho….o rato Mickey que é o número 1 dos tripulhas, julgava que ia escandalizar, mas fez uma coisa boa, ficou-se a saber a razão da pouca vergonha das acusações. Tudo conversa da treta. Por alguma razão, a Justiça ilibou-nos dessas conversas da treta. Omitiram as minhas chamadas a influenciar o Lisandro, para mandar a batatinha lá para dentro. Aí sim, podia ser acusado de ter cozinhado resultados. Ou telefonemas para o Derlei e para o Deco, para não terem receio de a enfiarem no barbante…..tudo isso teve sim senhor, influência nas vitórias, assumo e confesso, agora a conversa da treta….foi para despistar a grandeza do FCP

ACTUALIDADE

O JRW é um blogue que está vocacionado para a ironia, o divertimento sem pretensões, a mordacidade sem ofensa. Pontualmente fazemos incursões por temas, que pela sua seriedade, não nos motivam a gracejar.
                   CHOVE EM LISBOA... 
O estado em que o país se encontra, completamente destroçado nas suas linhas essenciais: política-economia-justiça- educação-cultura, justifica uma reflexão, ainda que superficial e aligeirada. A desorientação colectiva que se vive, é de tal forma avassaladora, que a sociedade que no seu conjunto é a nação, está completamente confusa, não consegue discernir quem são os sérios e os oportunistas, os que acrescentam e os que delapidam. A intoxicação atingiu um tal ponto, que até os próprios órgãos da comunicação social, que deveriam ser os provedores dos cidadãos e das causas justas, surgem perante a opinião pública, como uma peça também ela, corroída como todas as outras, ao serviço de interesses conjunturais e sem isenção. As excepções só servem para confirmar regras.
A desmoralização e a desconfiança são visíveis no dia a dia, em todas as manifestações do viver social: nas empresas; nas escolas; nos hospitais; nos tribunais; etc. Os dirigentes públicos têm imensas dificuldades para se fazerem respeitar, restando-lhes o poder da coacção; nas escolas, a disciplina está limitada aos colégios caros, pois nos públicos, os interesses corporativos dos professores, destruiu o que lhes restava de reserva moral. Qualquer intervenção de um político, é sempre escarnecida e avaliada nunca pelo que propõe, mas a quem vai beneficiar e o que poderá estar nas entrelinhas. A sociedade percebe que de uma forma cada vez menos subtil, o dinheiro comanda tudo e todos, até a dignidade. O poder é sempre visto como o exercício legitimado, de conceder benesses a grupos restritos, sob a capa do bem social. O desporto nacional, particularmente o futebol, é um dos melhores meios de acasalar a corrupção com o sucesso. O mérito, dificilmente é factor de notação, apenas os interesses ocultos foram a razão da conquista.
A autoridade moral das elites perdeu-se, por culpa delas mesmo. As elites não são resultado da triagem dos melhores, são resultado do tráfico de influências, que com os anos se foi desmascarando, pelos actos, pelas incompetências e pelas desonestidades, levando tudo a reboque. A disciplina de voto no Parlamento, é o sinal mais evidente que o poder, seja ele qual for, dá de iniquidade e de desprezo por  si próprio.
Este clima de auto-destruição, em que os portugueses foram lançados, em que os genes da esperança foram subalternizados pelos do fatalismo, não se vence com apelos mais ou menos idiotas, sejam eles de personalidades, que também se incluem nos responsáveis pelo estado em que nos encontramos  , seja de outros bem falantes, ditos «opinion makers». A reversão deste estado de desalento colectivo, precisa de algo mágico, de líderes diferentes, de um corte radical com figuras que insistem e persistem, como se o protagonismo fosse vitalício. Gente nova com inteligência, capacidade de liderança, formação técnica, humanismo, seriedade e que acima de tudo sejam patriotas. O país precisa de acreditar, precisa de condutores dignos, que neles se revejam. O país está triste e doente. Chove em Lisboa….

FLASH INTERVIEW

                                                     MARATONA

Desde que Maratona enveredou pelo profissionalismo, tem tido um percurso ascendente e que lhe augura um desempenho bastante promissor no Paris Open . O JRW auscultou a sua opinião, para avaliar a percepção do jogador, perante este desafio que hoje se iniciou.


                                        Maratona a caminho do Louvre

JRW-Maratona qual o seu estado de espírito depois da 1ª jornada do sensacional Paris Open ?

Maratona-Estou muito feliz por estar na cidade luz; Montparnasse, os Champs-Élysées (arquitectado por Le Nôtre), o Arco do Triunfo, edificado para comemorar as vitórias de Bonaparte, l’Opera, La Defense, etc. desde muito jovem me apaixonam. Passear no Sena, as esplanadas…a música de Piaf…oh Paris... uma cidade cheia de charme…

JRW-E sobre o match de ontem…

Maratona-O Paris Match, o Le Figaro, o Le Monde, o L´Humanité, são jornais de grande civilidade..A França é a capital cultural da Europa e talvez do mundo….estar em Paris engrandece o espírito, é como se les uns et les autres, estivessem em harmonia, sem o frisson de outras cidades, tem um encantamento peculiar, até o cinzento do céu, nos dá uma melancolia agradável, sem a sensação de nostalgia…

JRW-Vemos que é um admirador da cidade. Mas sobre a jornada o que nos diz ?

Maratona-Uma jornada nesta cidade é um desafio, pela versatilidade da oferta e pela ansiedade de querer chegar a tudo e  todos, Versailles…oh Versailles, recordar Maria Antonieta, o fim da
 monarquia, a guilhotina, a implantação da República francesa, a Marselhesa que é um hino com uma força agregadora sem igual. A revolução francesa é a grande introdutora da Idade Contemporânea e a impulsionadora da modernidade que foi operada no mundo nos sec. XIX e XX. A Democracia, os Direitos Humanos e o reconhecimento da cidadania na sua plenitude, ficam muito a dever-se aos acontecimentos ocorridos entre Maio de 1789 e Novembro de 1799. A influência do Iluminismo e da Independência dos EUA, foram determinantes numa das maiores revoluções da humanidade...

JRW-Maratona, constatamos um grande conhecimento e admiração pela cultura gaulesa, mas o que nos traz cá, é o PARIS OPEN. Ocupa o 3º lugar ao fim da 1ª jornada, mantém expectativas para a vitória final ?

Maratona- A vitória final leva-nos o pensamento para Napoleão Bonaparte, um general considerado o maior cabo de guerra de todos os tempos, quiçá Aníbal Barca e Alexandre Magno possam ser a sua guarda de honra. Apesar de nós portugueses, não nutrirmos grande simpatia pelo Imperador,  «as invasões napoleónicas com as suas facetas agressivas»,  para isso contribuíram, particularmente o desastre da ponte das barcas na Ribeira do Porto, que aproveito
para recordar e fazer um momento de recolhimento….

JRW-?????????
Maratona- …obrigado por ter aguardado estes 15 minutos de recolhimento, mas impunha-se à minha consciência….dizia eu, que apesar dos portugueses não nutrirem simpatia pelo Imperador corso, não invalida a nossa admiração pela envergadura, não física, pois como sabemos, Napoleão era de estatura baixa, mas pela postura e capacidade de comando de homens, que fez da França a maior potência planetária da época. Já no século XX a envergadura do general D´ Gaullle, que prestou serviços inestimáveis à liberdade na Europa e no mundo, no combate ao nazismo, é uma personalidade “remarcable” que prestigia a identidade do povo francês.



JRW-E sobre o bilhar!!!!!!!..O BILHAR!!?

Maratona- Fez bem em perguntar, Sabe que o bilhar foi um jogo introduzido pelos franceses no sec. XVII exactamente em Paris e no Palais de Versailles ? …Pois não sabia , mas foi exactamente aqui, que esse maravilhoso jogo, que nos trouxe até cá, foi dado a conhecer ao mundo. Estou enchanté pela oportunidade de poder jogar perante os parisienses e lutar pela vitória no PARIS OPEN. Au revoir, vou visitar o Louvre.

JRW-!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PUBLICIDADE


BPN

 CASO BPN: ESCÂNDALO E IMPUNIDADE

              A burla cometida no BPN não tem precedentes na história de Portugal !!!


O montante do desvio atribuído a Oliveira e Costa, Luís Caprichoso, Francisco Sanches e Vaz Mascarenhas é algo de tão elevado, que só a sua comparação com coisas palpáveis nos pode dar uma ideia da sua grandeza.
Com 9.710.539.940,09 € (NOVE MIL SETECENTOS E DEZ MILHÕES DE EUROS…..) poderíamos:
Comprar 48 aviões Airbus A380 (o maior avião comercial do mundo).
Comprar 16 plantéis de futebol iguais ao do Real Madrid.
Construir 7 TGV de Lisboa a Gaia.
Construir 5 pontes para travessia do Tejo.
Construir 3 aeroportos como o de Alcochete.
Para transportar os 9,7 MIL MILHÕES DE EUROS seriam necessárias 4850 carrinhas de transporte de valores!
Assim, talvez já se perceba melhor o que está em causa.
Distribuído pelos 10 milhões de portugueses,
caberia a cada um cerca de 971 € !!!

Esta notícia chegou hoje à redacção do JRW, de imediato uma equipe de reportagem foi recolher o depoimento de um dos visados.

Fomos junto do Dr. Oliveira Encosta saber destas atoardas e se algumas tinham alguma razão de ser, tanto mais que temos conhecimento que solicitou o rendimento mínimo.
Já não é novidade, esta intoxicação da comunicação social, com que se denigre a reputação dos nossos banqueiros.

JRW-Dr. Encosta, já viu o que foi publicado, diga-nos o que acha disto tudo..
OE-Eu nem sei que vos diga pá, lá dos 940.09 euros, vá lá que não vá, lembro-me que levantei do caixa, para pagar uns cds de música do Mike De Ville, que comprei na Fnac. Agora os 9.710.539.000.00 euros, pá... não me lembro de nada, eh pá ....mas é que não me lembro. Telefonei à minha mulher, para perguntar à empregada....que era uma gastadeira, a ver se tinha comprado alguma coisa....os tais aviões, os TGVS e etc....Ela jurou a pés juntos que não comprou nada...a minha mulher até disse que a coitada chorava como uma Madalena, porque estávamos a desconfiar dela...

JRW-Mas estes números são aterradores....
OE-Enterradores?

JRW-Não....aterradores...
OE-Ah!!!....pois são.... mas não é pelos números....é que as mercadorias não estão no cliente!!!, então já se pagou 7 TGVS....e não entregaram nada ???? As 5 pontes já se pagaram a pronto e ainda nem se começou a construção ?????? de quem é a responsabilidade ??? sim de quem é..??? O que andam a fazer os organismos que deviam controlar esses gastos públicos ?....sim que andam a fazer????? 48 AVIÕES ??? não são 10 nem 15, são 48!!! onde estão os aviões ?  sim!!! onde os guardaram ??? querem fazer alguma surpresa  no dia da comemoração dos 100 anos da República ? porra, mas também não é preciso exagerar....bastava fazer a surpresa com 5 ou 6, agora com 48 e daquele tamanho!!!! eu sei que há um tipo um tal DAVID COPPERFIELD que esconde aviões, mas não sei se tem capapcidade para 48!!! pode ser que com a ajuda do LUÍS de MATOS....pode ser...ok pode ser..., mas ainda tenho dúvidas...- O povo reclama, insurge-se e tem toda a razão....

JRW-?????????

OE-Pois ....eu percebo a V. admiração, mas não me digam que a responsabilidade é nossa. Acha possível pagar 3 aeroportos em Alcochete,- que eu pessoalmente acho um exagero,- 1 talvez fosse suficiente-, mas pronto... isso são  pareceres dos técnicos, - mas dizia eu- 3 já pagos e ainda nem se viu as maquetes e tudo em Alcochete ???Faziam 1 em Viana do Castelo e outro em Sagres. Foi o lobby das touradas que meteu a mão na coisa. Algo não está bem, deviam fazer auditorias às obras públicas para saber como é possível pagar tanto dinheiro adiantado e quem se anda a governar. Insisto - 1 ou vá lá...no limite 2 ainda vá que não vá!!!! agora 3 ??? pra quê 3 aeroportos pegados uns aos outros??? Isto cheira a desorganização e má utilização de fundos que são de todos nós.

JRW-Mas quem tem o dinheiro todo que desapareceu?
OE-Eh pá ainda não percebeu que o dinheiro foi todo gasto nessas florestrias, mas que ninguém se preocupou em ver se os aviões já cá estavam, se os aeroportos já estavam prontos e os TGVS estavam nos carris? Foi um desleixo total, andava tudo entretido com o casamento dos gays, que ninguém se lembrou de controlar esses gastos. É o costume, o Estado não está preparado para assumir essas responsabilidades.

JRW-E as 16 equipas do Real Madrid ?
OE-Isso também me faz uma grande espécie. Mas como é possível ter comprado tanto plantel e ninguém controlar? Podia-se ter posto a jogar em Portugal pelo menos 6 plantéis, valorizava-se a Liga e depois podia-se vender alguns jogadores. É estranho, lá isso é....não sei se a saída do Presidente da Liga tem alguma coisa a ver com isso.....mas que ele tem de explicar.....ai isso tem.....16 plantéis????? e nem na divisão de honra se arranjou lugar para alguns ? Aqui houve marosca.....e da grande...

JRW-A imprensa também diz que foram precisas 4.850 carrinhas para transportar o dinheiro....
OE- Ora aí reside no meu entender o problema principal. Sem querer acusar ninguém, pergunto eu, de quem eram essas carrinhas todas ??? Quando foram buscar o dinheiro e o que fizeram com ele ? pagaram aos tipos dos aviões, das pontes, dos aeroportos e dos TGVS ???? foram ter com o Florentino Perez a pagar os 16 plantéis??? eu sei lá se foram honestos!!!....ou se se puseram todos a andar, em cortejo.....sim porque você veja...eram 4.850 carrinhas.....é muita carrinha. Onde estão as carrinhas ???

JRW-Então está a admitir que o dinheiro não chegou ao seu destino?
OE-Ao meu?

JRW-Não. Ao destino que referiu.

OE-Ah pois pode muito bem não ter chegado....- se chegou onde estão as coisas ?....os aviões, os aeroportos, os tgvs, as pontes a rapaziada das 16 equipes ? -sim onde estão????? - se não chegou.... então eu faço a pergunta que toda a gente faz, então onde está o dinheiro????
O Dr. Encosta terminou com esta sábia pergunta, “ONDE ESTÁ O DINHEIRO ?”, a empregada garantiu que não teve nada a ver com isso, o que é fácil de verificar, portanto cabe às autoridades investigar o que se passou com as 4.850 carrinhas e o destino das viaturas. Apesar de não nos competir a investigação dos factos, lançamos uma pista para as autoridades, « já com o BPP o problema do desaparecimento dos VEÍCULOS foi um factor mal esclarecido. As empresas de transporte de valores parece gozarem de alguma impunidade, que não tem ajudado ao esclarecimento dos intrincados mistérios relacionados com desaparecimento de dinheiros».
Se o governo está a esconder as pontes, os aeroportos, os TGVS, os aviões e os plantéis para os apresentar num MEGA PARTY, na data da comemoração dos 100 anos da implantação da República, em Outubro de 2010,  não nos parece uma boa medida, pois as pessoas estão impacientes e não aguentam até lá. Que mostrem alguns aviões, 1 ou 2 aeroportos, 2 ou 3 TGVS, 1 ponte pelo menos, apresentem 3 ou 4 plantéis e o resto pode ser na festa. Por vezes o bom é inimigo do óptimo, as surpresas fazem parte do Marketing Político, mas não se deve exagerar, sob pena de produzir efeitos perversos.

SEXUALIDADE

                     Sexo: Quando elas não conseguem




"Nem todas as mulheres têm desejo, excitação, penetração e orgasmo. Mas há quem leve anos a pedir ajuda. As causas podem ir dos traumas psicológicos mais complicados ao simples uso da pílula."

O prestigiado semanário Expresso, dá saliência na sua edição online, à notícia em título.

O JRW, perante tão candente problema, criou de imediato uma equipe de apoio de urgência, que como é evidente, não se pretende substituir às autoridades sanitárias, mas apenas contribuir para a resolução de situações que algumas leitoras nos têm também colocado e que de algum modo tentaremos minimizar, através de conselhos comportamentais.

Através da linha SOS, com o número 800.000.001, as leitoras poderão colocar a situação em que se enquadram: desejo, excitação, penetração, orgasmo, ou eventualmente outras não previstas. A respectiva chamada, será encaminhada para um dos nossos especialistas, que procurará o aconselhamento e as medidas a adoptar.

O custo da chamada é de 0.60 eur, acrescida de IVA à taxa em vigor.

O team criado pelo JULIUS RIMANTE WORLD, designado por CAMAS-Centro de Apoio a Mulheres Angustiadas com o Sexo, dará todo o apoio, mantendo a rigorosa confidencialidade das consultas.
O nosso objectivo e que orgulhará todos quantos nesta casa operam, é que no final as nossas leitoras possam GRITAR  a plenos pulmões:
      "CONSEGUIMOS"


         

AVATAR


Avatar :do francês avatar, 1º-descida, do sânscrito avatara, descida do céu para a terra de seres supraterrestres- 2º-Transformação que ocorre em algo ou alguém. = METAMORFOSE, MUTAÇÃO
3º. Inform. Ícone gráfico escolhido por um utilizador para o representar em determinados jogos e comunidades virtuais
Avatar é um filme de ficção científica escrito e dirigido por James Cameron, rodado com: Sam Worthington, Zoë Saldaña, Sigourney Weaver e Stephen Lang. O filme foi produzido por Lightstorm Entertainment e distribuído pela 20th Century Fox. A premiere em Londres foi no dia 10 de dezembro de 2009.
O filme concentra-se num conflito épico em Pandora, uma das luas de Polifemo, um dos três gigantes gasosos fictícios orbitando Alpha Centauri. Em Pandora, os colonizadores humanos e os nativos humanóides, os Na'vi, entram em guerra pelos recursos do planeta e a continuação da existência da espécie nativa. O título do filme refere-se aos corpos humano-Na'vo, geneticamente modificados e remotamente controlados, usados pelos personagens humanos do filme para interagir com os nativos.A crítica diz que Avatar é uma inovação em termos de tecnologia cinematográfica devido ao seu desenvolvimento com visualização 3D e gravação com câmeras que foram feitas especialmente para a produção do filme (wikipédia).
Considerando o significado da palavra AVATAR e particularmente o ponto que refere que se trata da transformação que ocorre em algo ou alguém, o JULIUS RIMANTE WORLD, através da sua equipe especializada na detecção de avatares, o team CSIVATAR, realizou um dos maiores trabalhos de investigação operados em Portugal, com recurso a tecnologia altamente sofisticada, afim de deslindar os AVATARES de algumas personalidades nacionais. A margem de erro é insignificante, pelo que podemos assegurar a validade absoluta do resultado.
A equipe está neste momento nos EUA, para naquele país e a pedido de orgãos norteamericanos, determinar os AVATARES de diversas personalidades americanas.
É pois com grande orgulho, que o JRW publica em 1ª mão, para os leitores de Portugal e da comunidade internacional, os AVATARES de algumas personalidades portuguesas.




Este grande trabalho da equipe CSIVATAR, só foi possível pelo apoio dos nossos patrocinadores, designadamente: Mercearia Neves-Rolamentos de Gondomar-Casa das Lâmpadas- BPP-BPN-A Flor do Covêlo e da OFFSHORE Ismael Fundições, Herdeiros Sa.