Dr. XIXA


































Dr. Xixa é como ele próprio se designa um " man of the world". Apesar de ser um reputadíssimo especialista na arte do snooker, tem uma multifacetada actividade que vai da moda à comercialização de enchidos. Procuraremos ao longo dos próximos artigos, dar a conhecer a vastíssima rede empresarial de Xixa.
-Dr. Xixa o interesse dos leitores vem em crescendo e apesar da sua discrição é impossível conter a curiosidade geral...
-Como disse, as minhas empresas unipessoais têm um vasto leque e estou envolvido em vários projectos que me são caros e a que dedico o corpo e a alma.
-Na área da moda?
-_Como é sabido tenho um atelier de bonés e panamás...
-Panamá? Mas as suas empresas estão em offshore?
-Nada disso. As minhas unipessoais estão todas no Amial no Parque Industrial do Carriçal. Panamás são um modelo de chapéu muito apreciado que a Xixa Chapeau produz e vende para o mercado europeu. Os bonés são também um must da chapeleira.
-Mas o pronto-a-vestir também faz da parte sua cluster da moda, não é verdade?
-Claro e é a que tem mais visibilidade. A Xixa Fashion e a Xixa Shoios são duas unipessoais já consolidadas no mercado. Na Xixa Fashion criamos para um nicho de mercado que é o cliente transgénero. A nossa oferta cobre os gostos de clientes hesitantes, mas que naturalmente gostam de se apresentar bem. Os nossos modelos têm a particularidade de servirem o cliente masculino e se forem virados do avesso se apresentarem como esplêndidos exemplares femininos. O cliente decide de acordo com a sua inclinação num dado momento. Se durante o dia tiver uma mutação, não tem que hesitar, em qualquer casa de banho de um salão de chá, entra com um elegante terno masculino e sai com um fabuloso fato de executiva, bastando para tal virá-lo do avesso. Fantástico não acha?
-Sem dúvida, mas tem uma forte componente de I&D na empresa?
-Nada disso as ideias são todas minhas e no atelier do Carriçal produzimos os modelos. Aliás sou o manequim para as provas. Só trabalhamos modelos XL e XXL, pois é o nosso público-alvo. Transgéneros sem anorexia. A equipa conta com 2 profissionais transgéneros, que são em simultâneo modistas e alfaiates.
Estivemos na Fashion Week de Albacete em que fomos considerados os melhores criadores de roupa transgénera e transformista. É sempre com alguma vaidade que vejo a Xixa Fashion singrar num mercado muito competitivo e que exige tudo de nós. Há dias em que a minha cabeça é 24 horas transgénera, tal a exigência da clientela.
-A Xixa Shoios?
-Temos uma linha de sapatos que se identifica com o requintado gosto de um cliente transgénero. Temos como parceiro uma unidade felgueirense que fabrica de acordo com os modelos criados no Carriçal. É também um processo de vanguarda que utiliza os tacões como acessório amovível e num ápice transforma um sapato de homem clássico num sapato de tacão alto de fazer inveja a qualquer madame hétero. Temos muitos casais hétero que procuram esses modelos por uma questão de economia, pois serve a ambos os conjugues se calçarem o mesmo número, como é evidente. A teoria das mulheres terem o pé pequenino está completamente démodé, vendemos 43 e 44 para muitas senhoras em Portugal e no estrangeiro.
-Uma nota final sobre a moda.
-A moda é o sal da vida. Antes de nos despirmos ou sermos despidos temos de estar vestidamente apelativos, para que o encanto de adivinhar o que não está à vista não seja liquidado pelo mau gosto da apresentação. Claro que sabemos que muitas das vezes tirar a roupa é uma má decisão. Os modelos da Xixa Fashion tomam em consideração essa possibilidade e se o/a cliente não se sente confortável sem roupa, pode muito bem passar uma noite memorável sem se despir. Os acessórios interiores que acompanham os nossos fatos e vestidos, nunca o/a abandonarão, por muito que o/a parceiro/a  o/a tente desnudar. É como aqueles truques de magia em que os ilusionistas tiram lenços da cartola, sem nunca mais acabar. Connosco é igual. A sucessão de acessórios fará o interessado/a concentrar-se no essencial e aí você ganha...
Foi Xixa a descortinar a sua vertente Fashion. Os leitores exigiram e o JULIUS foi ao Carriçal. Até para a semana.
Dep. Lifestyle
juliusrimante@sapo.pt